O CANAL QUE TODO MUNDO VÊ

CANAL DIGITAL 2.1 – CAMPO MOURÃO PARANÁ

Archives dezembro 2019

Município executa melhorias no acesso e tapa buraco em ruas do Jardim Modelo

Equipes da Codusa e Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos realizaram melhorias nesta semana no Jardim Modelo. O acesso ao bairro, pela rodovia BR 158, ganhou cascalhamento com pedras irregulares e cobertura com freza e compactação.

Segundo o presidente da Codusa, Luiz Carlos Malavazi, também foi realizada operação tapa-buraco nas ruas Porfirio Quirino Pereira, Antonio Vargas Neto, Josués Gonçalves, Elias Simão e Basilio Pelizer.

“Apesar da chuva atrapalhar um pouco, avançamos em alguns serviços, como esses no Jardim Modelo, que era bastante cobrado pela população”, ressalta Malavazi, ao lembrar que o acesso ao bairro também é utilizado pelos moradores do Conjunto Milton de Paula Walter.

VILA RURAL – Na quinta-feira (19), também foi cascalhada a entrada da Vila Rural Flor do Campo, até a altura do salão comunitário, serviço que também era cobrado pela Associação de Moradores.

 

Com foto e Informações: https://campomourao.atende.net

Atendimento Municipal da Saúde na Virada do Ano

O Município de Campo Mourão, por meio da Secretaria da Saúde, manterá a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) funcionando durante todos os dias, no período de 24 horas, nesta Virada do Ano. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) terão funcionamento normal. Nesta sexta-feira funcionamento até as 17 horas. Na segunda-feira, 30, das 7h30 às 17 horas, mesmo horário na sexta-feira dia 3, ficando normal a partir desta data nos dias de semana, atendendo no mesmo horário da administração municipal. “É importante então mencionarmos que enquanto as unidades de saúde estarão seguindo nestes dias da virada o calendário dos demais órgãos da gestão publica municipal, a UPA estará responsável pelo atendimento nas questões de urgência e emergência”, explica o Secretário da Saúde, Sergio Henrique dos Santos.

 

Com foto e Informações: Site https://campomourao.atende.net/

Rubens Bueno consegue liberar R$ 600 mil para hospitais e unidades de saúde de Campo Mourão

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) conseguiu nesta semana a liberação de R$ 600 mil de recursos do governo federal para a aplicação em ações de saúde de média e alta complexidade no município de Campo Mourão. O dinheiro poderá ser usado na manutenção de hospitais, unidades de saúde e na aquisição de equipamentos e materiais.

A liberação dos recursos aconteceu após indicação do parlamentar por meio de emendas de comissão encaminhadas para o Ministério da Saúde. “É um dinheiro que vai ajudar a implementar diversas ações na área e reforçar o atendimento da população. Os recursos já haviam sido incluídos no Orçamento da União e agora já estão disponíveis para a prefeitura aplicar na saúde do município”, explica o deputado.

Gás de cozinha fica 5% mais caro a partir de hoje

A partir de hoje (27), o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, fica em média 5% mais caro para as distribuidoras. O reajuste foi confirmado pela Petrobras e se refere ao preço à vista e sem tributos. O preço final ao consumidor depende do repasse feito pelas distribuidoras.

Ontem, a estatal anunciou que renovou o contrato com 12 distribuidoras estaduais a partir de janeiro, “com base em uma nova fórmula de preço da molécula de gás indexada ao preço do petróleo”. São elas GásBrasiliano, São Paulo Sul, Comgás (parcialmente), BR Espírito Santo, Gasmig, CEG, CEG-RIO, Algás, Bahiagás, Sergás, Potigás e Pbgás.

Com isso, a Petrobras estima que o preço do produto possa ter uma redução média imediata de 10% em relação aos contratos anteriores, considerando o preço do petróleo na faixa de US$ 60/bbl.

 

Com fotos e Informações: Agência Brasil de Notícias.

Bolsonaro sanciona lei que pune incitação ao suicídio pela internet

O presidente Jair Bolsonaro sancionou hoje (27) a Lei 13.968/2019, que aumenta pena para quem incentivar o suicídio ou à automutilação de uma pessoa por meio da internet. Com a sanção da norma, aprovada anteriormente pelo Congresso, a pena para o crime de incitação ao suicídio, que varia entre seis meses a dois anos prisão, será dobrada se a conduta tiver ocorrido pela internet, rede social ou transmissão ao vivo.

A noma também prevê o dobro da pena se a incitação envolver menores de idade ou tiver sido praticada por “motivo egoístico, torpe ou fútil”. Se o crime for praticado contra menor de 14 anos ou contra quem não tem “necessário discernimento para a prática do ato”, a conduta será enquadrada como homicídio, cuja pena é de seis a 20 anos de prisão.

Neste ano, além da punição para quem estimula o suicídio e à automutilação pela internet, o governo federal também criou a Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio.

A Lei nº 13.819, que instituiu o programa, estabeleceu que as escolas, tanto públicas como privadas, notifiquem aos conselhos tutelares toda suspeita ou ocorrência confirmada envolvendo violência autoprovocada. As unidades de saúde, por sua vez, ficam obrigadas a reportar os episódios às autoridades sanitárias. Com essa medida, o governo  pretende manter atualizado um sistema nacional de registros detectados em cada estado e município, para que possa dimensionar a incidência de automutilação e suicídio em todo o país.

 

Fotos e Informações: Agência Brasil de Notícias

Governo Federal credencia municípios para receberem gerentes de saúde

O Ministério da Saúde deu início ao credenciamento dos municípios que receberão ajuda financeira para ampliar os serviços de atenção primária – aquela que cuida do atendimento, prevenção de agravamento de doenças, reabilitação e redução de danos à saúde – na rede pública. Ao todo, nesse primeiro momento, 1.084 gerentes de saúde serão distribuídos por 319 municípios, em 23 estados.

Em nota, o ministério informa que os gerentes de atenção primária estarão exclusivamente dedicados à administração e organização de processos de trabalho nas Unidades de Saúde da Família (USF), “o que deve melhorar o fluxo de atendimento desses postos”. Os gerentes serão responsáveis, ainda, pela interlocução com outras unidades da rede de saúde, como Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e hospitais da rede pública.

A iniciativa visa retirar as funções administrativas que são cumpridas por enfermeiros – que estarão à disposição para atendimento da população durante toda a jornada de trabalho – e deixá-las a cargo dos novos gerentes, que não farão atendimentos de saúde.

O custo inicial do programa é de R$ 1,5 milhão em 2019, mas o repasse para 2020 será de R$ 18,5 milhões.

O Ministério da Saúde exige que os gerentes de atenção primária sejam profissionais com formação de nível superior, preferencialmente com experiência na área. A remuneração varia de R$ 713 a R$ 1.426.

Com informações: Agência Brasil de Notícias

Conservação de rodovias estaduais recebeu R$ 336,4 milhões

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) investiu R$ 336,4 milhões em serviços de conservação nas rodovias paranaenses durante o ano de 2019. Foram feitas melhorias em pontos críticos do pavimento e no entorno das pistas, aumentando a segurança para os condutores.

“Recebemos rodovias em péssimas condições, e passamos o ano inteiro fazendo todo o possível para começar a reverter esta situação”, diz o secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. “Em várias regiões a população já notou a mudança, já conta com um pavimento seguro, liso, bem sinalizado. Em outras localidades vamos iniciar os trabalhos na sequência, com um planejamento focado em atender o maior número de pessoas no menor tempo possível”, afirma.

PROGRAMAS – Os serviços são realizados por meio de três programas: Conservação e Recuperação com Melhorias do Estado do Pavimento (CREMEP), Conservação de Pavimentos (COP) e Conservação de Faixa de Domínio.

O CREMEP contempla cerca de 4.100 quilômetros de rodovias estaduais, em sua maioria corredores de transporte regionais ou estaduais. Devido ao tráfego elevado e presença de veículos pesados, elas exigem soluções mais complexas para melhorar o estado do pavimento. Este programa recebeu R$ 194,1 milhões.

O COP contempla cerca de 6.000 quilômetros de rodovias estaduais cujo pavimento não recebe um volume tão elevado de tráfego, e menor número de veículos pesados. No caso destas rodovias, os serviços são mais corretivos. Este programa recebeu R$ 80,2 milhões.

Ambos programas empregam serviços semelhantes, mas utilizados de forma específica para as necessidades de cada rodovia, atendendo os seus pontos críticos. São serviços de remendos superficiais e profundos, fresagem, reperfilagem, microrrevestimento, melhorias no sistema de drenagem e na sinalização.

“Tanto o COP quanto o CREMEP são programas com duração prevista de três anos para atender a totalidade de sua extensão. As rodovias são atendidas de acordo com o seu volume diário médio de tráfego de veículos e as condições do pavimento”, explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

FAIXA DE DOMÍNIO – Já o programa Conservação de Faixa de Domínio se estende a todas as rodovias estaduais, realizando serviços de conservação na pista e em seus espaços laterais, pertencentes ao patrimônio público.

Foram investidos R$ 62,1 milhões para a realização de 24 serviços diferentes em toda a malha rodoviária estadual: roçada, remoção de resíduos, limpeza e recomposição e desobstrução de sarjeta; limpeza de bueiro, capina, limpeza e pintura de meio-fio, limpeza e pintura de pontes, limpeza e pintura de abrigo de ônibus, remoção mecanizada de barreira, remoção e transporte manual de barreira (resultante de deslizamentos), limpeza e recomposição de sinalização vertical, escavação manual de vala, limpeza e pintura de barreiras de concreto, construção de caixa de retenção de águas, escavação para saídas de água, renovação manual da sinalização horizontal, recomposição de defensa metálica, limpeza e pintura de suportes de placas, identificação de empreendimentos na faixa de domínio, e remoção de árvores da pista.

OBRAS – Além dos programas de conservação das rodovias, o DER/PR também investiu R$ 262,5 milhões na implantação de rodovias e obras de arte especiais (viadutos, trincheiras, pontes), duplicações e ampliações da capacidade de tráfego (terceira faixa, acostamento, acessos) somente este ano.

 

Com fotos e Informações: Agência Estadual de Notícia.

PM confirma queda da criminalidade no início da temporada

A Polícia Militar do Paraná, por meio do 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), divulgou nesta quinta-feira (26) o balanço dos primeiros cinco dias do Verão Maior 2019/2020. O número de ocorrências gerais caiu 16%. De 21 a 25 de dezembro foram 628 registros, 120 a menos do que nos primeiros cinco dias de operação na temporada anterior, quando houve 748 ocorrências.

O crime de roubo foi a modalidade que teve maior queda durante o período analisado pela PM (64%). Foram cinco ocorrências deste tipo de crime, contra 14 no mesmo período de 2018.

O planejamento do Verão Maior começou já na metade deste ano para garantir segurança na região, mesmo com o aumento significativo da população durante a temporada. “O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e do comando da Corporação, deu todo o aporte para que o 9º Batalhão da PM pudesse planejar e conduzir os preparativos para o Verão Maior”, disse o subcomandante do 9º Batalhão, major Luciano Romão.

Os furtos reduziram 13%. Foram 54 registros de 21 a 25 de dezembro, contra 62 nos primeiros cinco dias da operação no ano passado. As ocorrências de perturbação de sossego caíram 15%, de 110 para 93, respectivamente.

“Esse resultado inicial foi alcançado porque atuamos de forma integrada e, principalmente, porque nos planejamos antecipadamente para que o cidadão paranaense possa desfrutar de um verão mais tranquilo”, disse o major. “Atuar nas entradas das cidades, principais vias de acesso aos balneários e diferentes locais dos municípios vem surtindo efeito”, completou.

O major acrescentou que os policiais militares passaram por um nivelamento para que pudessem desempenhar as mesmas ações e falar a mesma linguagem nos atendimentos ao cidadão. “Tivemos também o lançamento do aplicativo 190 PR. No dia 20 os nossos policiais militares já estavam atuando com os recursos, meios e estrutura necessários aqui no Litoral”.

AÇÃO – A Polícia Militar abordou cerca de 3 mil pessoas e 1,5 mil veículos nos primeiros cinco dias do Verão Maior 2019/2020. Foram apreendidos em torno de 10 quilos de drogas, duas armas de fogo e 18 munições e registrados 75 Termos Circunstanciados. Além disso, 134 pessoas foram presas, 18 adolescentes apreendidos e um veículo recuperado. “O importante é que a PM seja vista, se coloque à disposição e atrapalhe o intuito daquela pessoa mal-intencionada”, ressaltou o major.

Mais de 4 mil orientações foram feitas aos veranistas e 3,3 mil pulseiras de identificação entregues às crianças. “As orientações são muito importantes. Com esse objetivo temos, também, pontos-base em locais estratégicos do Litoral para entrega de pulseirinhas às crianças, para que elas sejam restabelecidas às famílias caso se percam”, explicou o major.­

 

Com informações: Agência Estadual de Notícias.